Tons de Betto Pereira estão em cartaz no Espaço de Arte Márcia Sandes

Exposição “Telas e Tons” foi aberta na tarde desta segunda-feira, 10, na Procuradoria Geral de Justiça

Unindo música e pintura, a exposição “Telas e Tons”, do artista plástico e compositor Betto Pereira, foi aberta na tarde desta segunda-feira, 10, no Espaço de Artes Márcia Sandes, naProcuradoria Geral de Justiça, em São Luís. A mostra reúne 10 telas, de diversas fases do artista, que apresentam temas como bicicletas, casarões, igrejas, festas populares e religiosas do Maranhão e, é claro, música. Esta é a primeira vez que Betto Pereira expõe na galeria da PGJ.

Artistas, além de autoridades e servidores do Ministério Público do Maranhão, prestigiaram asolenidade. Na ocasião, Betto Pereira explicou o conteúdo da mostra, que traz um panorama dosúltimos cinco anos de imersão dele no universo das artes plásticas, desde quando passou a residir em Petrópolis, no Rio de Janeiro. “São quadros de diferentes fases, sempre com algum tema que remete ao Maranhão”.

Ele também acrescentou que o objetivo foi unir música e artes plásticas. “A ideia foi apresentar ao público os tons das minhas telas e das minhas músicas, daí a razão do título da exposição. Eu não sei se eu sou um cantor que pinta ou um pintor que canta”, brincou.

No vernissage, o procurador-geral em exercício, Francisco das Chagas Barros de Sousa – representando o procurador-geral de justiça Luiz Gonzaga Martins Coelho – deu as boas-vindas ao artista e ressaltou a sua importância para o panorama cultural de São Luís. “Que Betto Pereira receba o nosso aplauso, o nosso apreço. Quo seu trabalho se consolide cada vez mais. É uma honra recebê-lo em nossa casa”, enfatizou.

Também esteve presente o promotor de justiça Marco Antonio Santos Amorim, diretor da Secretaria para Assuntos institucionais.

No decorrer do evento, Betto Pereira apresentou ao público algumas de suas composições como “Ana e a Lua” e “Toque de Amor”, além de sambas feitos em parceria com o jornalista Félix Alberto, a exemplo de “Gente Bamba”. Também se apresentaram o compositor Josias Sobrinho e o cantor Adão Camilo, servidor do MPMA e marchand da exposição.

Todos os trabalhos de “Telas e Tons” foram elaborados na técnica acrílica sobre tela. Betto utiliza cores muito vivas e os traços, feitos com espátula, remetem ligeiramente ao impressionismo, resultando em composições figurativas com molde abstrato. A maioria das telas da mostra está à venda. A exposição fica em cartaz até a próxima sexta-feira, 14.

SERVIÇO

Exposição “Telas e Tons”, de Betto Pereira

Local: Espaço de Artes Márcia Sandes (Procuradoria Geral de Justiça)

Período: até sexta-feira, 14

Horário: comercial

Aberto ao público

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *